Buenos Aires é um pedaço da Europa em solo portenho. Sua arquitetura, arte, musicalidade e até a característica de seus moradores me remeteram aos ares europeus.

Foram quatro dias na cidade para conhecer todos esses lugares que descrevo aqui.

Dica: para quem quiser mais informações, consulte o blog Aires Buenos.

  1. Visitar o Parque El Rosedal

Fica no bairro Palermo, o qual por sinal é repleto de parques com espaço para caminhantes e corredores. Os jardins são muito bem cuidados e vão render com certeza ótimos cliques. O espaço também é ideal para uma tarde de leitura ou um piquenique com amigos.A entrada no parque é gratuita.

PARQUE EL ROSEDAL

  2. Caminhar pelo Jardim Japonês

Um charmoso jardim também localizado no bairro de Palermo, porém com entrada no valor de $70 (pesos argentinos). Inspirado na cultura japonesa o Jardim possui espécies de plantas orientais, assim como arquitetura do local é inspirada no país oriental.

Há restaurante, floricultura, sala de leitura, lojinha e um café no local. O horário de funcionamento é das 10h às 18h, todos os dias. Incluindo fins de semana e feriados.

Para maiores informações, visite o site Jardín Japonés.

Jardim Japones

     3. Visitar o Museu MALBA 

O Museu de Arte Latinoamericano de Buenos Aires, mais conhecido como MALBA, merece com certeza uma visita. É um museu privado e foi criado em 2001 pelo empresário Eduardo Constantini. Possui em seu patrimônio uma coleção permanente de obras de artistas como Tarsila do Amaral, Diego Rivera, Frida Kahlo, Xul Solar, David Alfaro Siqueiros, Candido Portinari, Emilio Pettoruti, Antonio Berni e Joaquín Torres García.

Existem também mostras de filmes, cursos de artes e cultura. Para saber mais, visite o site MALBA.

Informações do Malba

Endereço: Avenida Figueroa Alcorta 3415, Bairro de Palermo.

Horários: de quinta a segunda-feira e feriados de 12 a 20 hs. Quarta-feira até 21h. Fechado às terças-feiras.

Entrada: $ 60 pesos. Estudantes, professores e aposentados com: $ 23 pesos. Quarta-feira: entrada geral $ 30 pesos.

Telefone: (54 11) 4808-6500 / 6515

E-mail: info@malba.org.ar

malba museu

    4. Tomar um Té em Tigre

Cansou-se da loucura de Buenos Aires? Então Tigre é uma opção. Bem próxima da capital da Argentina, a província oferece tranquilidade e muitas opções de esportes ao ar livre, assim como esportes aquáticos no Rio Tigre. Não tão turística há opções de museus e bons restaurantes.

tigre argentina

     5.  Assistir um show de tango em San Telmo

Um dos bairros mais boêmios de Buenos Aires San Telmo possui muitos bares, casas de shows e artistas de rua. Para quem quer ter contato com a cultura portenha separe uma tarde, ou melhor, uma, duas ou mais noites pela região, vale a pena.

san telmo

       6. Visitar a Casa Rosada durante a noite

A Casa Rosada é a sede da presidência da República Argentina. Fica localizada na Plaza de Mayo e o local é carregado de história política e social do país, e também cenário para as maiores manifestações populares argentinas.

La Casa Rosada tem visitas guiadas gratuitas para aqueles que querem conhecer a sua história e arquitetura. Durante as visitas os guias turísticos são os granadeiros. O passeio inclui os principais setores da Casa do Governo, como Salão de Patriotas Latinoamericanos, Pátio das Palmeiras, Salão das Mulhres Argentinas, Varanda para a Plaza de Mayo, Escritório Presidencial…

Dias e horários: Sábados, domingos e feriados 10:00-18:00 hs.
Saídas em grupo a cada 10 minutos.
Duração da visita: 60 minutos.
Entrada gratuita.

Stitched Panorama

 

      7. Assistir um ballet no Teatro Colón

O Teatro Colón é a principal casa de ópera de Buenos Aires, na Argentina. Acusticamente, é considerado um dos cinco melhores teatros do mundo. Com preços acessíveis você pode assistir obras clássicas de balé, orquestras, óperas e muito mais.

Para conferir o calendário, só entrar no site http://www.teatrocolon.org.ar/pt/calendario

 

Teatro-Colon

 

  8. Comer em um dos restaurantes vegetarianos/veganos

Eu sei que a Argentina nos remete a carne e muito vinho, porém a vida além dessas opções e te garanto muito saborosas. Em Buenos Aires encontrei os melhores restaurantes vegetarianos da minha viagem, ricos em opções saudáveis, orgânicas e naturais. Vale deixar o preconceito de lado e se jogar no tofu!

Restaurante Bio –

Cheio de opções vegans e cruas, funciona em uma casa centenária de Palermo, onde serve pratos como hamburguer vegan, milanesa vegan, sopas e seu famoso risoto de quinua. Também oferece vinhos orgânicos e uma boa carta de sobremesas.

Humboldt 2192, Palermo Hollywood

restaurant-06-800x568

Restaurante Vita – 

Uma mistura de mercado, bar e restaurante, que ainda tem uma loja online (é só clicar no nome aí em cima pra ver). Sob o comando do experiente chef, são preparados risotos, pizzas, sopas, sanduíches e lasanhas vegetarianas. Ambiente descontraído e sabor mais do que aprovado.

Hipólito Yrigoyen 583, Centro

580056_517598401590870_903433392_n

 

  9. Ler um livro e tomar um café na El Ateneo

A mais famosa livraria de Buenos Aires – e uma das mais importantes do mundo, de acordo com pesquisa do jornal britânico “The Gardian” – já abrigou um teatro de ópera (o Gran Splendid) e um cinema. Atualmente conta com mais de 120 mil livros em suas prateleiras, um bar e um café, este último localizado no palco do antigo teatro.

El-Ateneo-2

 

  10. Assistir ao espetáculo Fuerza Bruta

Bem nos dias que estava em Buenos Aires este show estava em reforma e por isso não consegui ir. Mas pelas fotos e relatos de amigos que assistiram, vale a pena. Um show de dança, teatro, acrobacias, tecnologia e muita participação do público.

O ingresso é vendido pelo site http://fuerzabrutaglobal.com/buenos-aires/

 

Untitled-5

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *