BRASIL,  MINAS GERAIS,  VIAGEM

1 DIA DE TREKKING NA SERRA DA CANASTRA

O Parque Nacional da Serra da Canastra, criado em 1972, é um dos mais importantes parques nacionais brasileiros. Possui 71.525 hectares demarcados e é parte do território de 4 municípios: São Roque de Minas, Sacramento, São José do Barreiro e Delfinópolis, no sudoeste de Minas Gerais.

O relevo acidentado e a vegetação rasteira produzem uma paisagem única, com grandes vistas panorâmicas e muitas cachoeiras com altura acima dos 100 metros.

Além disso, esse parque nacional é território de uma rica fauna e flora, e palco para longas e maravilhosas caminhadas.

Gostou? Então continue lendo esse post para saber qual um incrível trekking na Serra da Canastra, de 18 km, que fiz por lá.

Serra da Canastra

1 – ONDE COMEÇAR?

O trekking tem início no Complexo do Paraíso, localizado a 7.5 km da cidade de Delfinópolis. Essa é uma área particular que funciona como pousada e restaurante, e que conta com lindas cachoeiras e trilhas.

O lugar oferece uma ótima estrutura de apoio aos visitantes, com pousada e camping. Sendo assim, é cobrada uma taxa de visitação no valor de R$20 por pessoa. Caso vá se hospedar ou acampar, esta taxa está inclusa.

2 – COMO CHEGAR?

A cidade de Delfinópolis está localizada entre a Represa de Peixoto (Rio Grande) e a Serra da Canastra ao sudoeste do Estado de Minas Gerais.

O melhor acesso à Delfinópolis é feito através do Município de Cássia – MG. O caminho todo é asfaltado e é necessário atravessar a represa do Rio Grande por meio de uma balsa que cobra R$14 por carro – valor pago no retorno, e varia de acordo com o tamanho do veículo.

Obs.: Se prepare! Há sempre a possibilidade de existir uma fila para utilizar a balsa. Bom, pelo menos foi o que aconteceu quando realizei esse trekking.

Para acessar ao mapa do local, clique aqui.

3 – QUANDO IR?

Para chegar à pousada, o acesso pode ser feito de carro popular durante todo o ano. No entanto, após o período da seca, o trajeto depois da pousada fica mais complicado e somente veículos 4×4 conseguem passar. Aliás, em alguns trechos nem eles são capazes de enfrentar o barro e enxurradas.

4 – QUAL O ROTEIRO?

Para esse trekking na Serra da Canastra, saímos de carro de Franca-SP às 8h e partimos rumo a Delfinópolis. O melhor trajeto foi passando por Ibiraci, depois pela entrada de Cássia e chegando na balsa para Delfinópolis.

Como demoramos para atravessar, começamos a caminhar um pouco tarde, algo por volta das 11h. Saímos da Pousada Paráiso e fizemos uma trilha de 18km, passando pela escadaria dos motoqueiros, casinha branca, mirante e retornando para a pousada.

Foram, no total, 4 horas de caminhada em ritmo moderado e com paradas para tirar foto, filmar e comer.

Serra da Canastra

5 – É NECESSÁRIO UM GUIA?

Como havia me orientado com outras pessoas que já percorreram essa trilha, bem como com o proprietário da pousada, que, por sinal, conhece tudo por ali, decidi realizar esse trekking na Serra da Canastra sem um serviço de guia.

Fiz todo o percurso com a Marcela, minha parceira de caminhada, e também contei com o apoio do meu pai, e dois de seus amigos, que nos acompanharam em um trecho com veículos 4×4.

Estávamos o tempo todo nos comunicando, pois a trilha não é demarcada, e confesso que esse apoio foi muito importante para que não nos perdêssemos no trajeto.

Aviso!!! Se você não conhece a região, contrate um guia local. Sua vida vale muito mais!!! E a dificuldade desse percurso é moderada. 

Sendo assim, deixo uma opção de guia que oferece Tours e trilhas guiadas, além de ser também uma pousada. Clique aqui para conhecer o trabalho deles.

Serra da Canastra

Caminhar é uma ótima ferramenta para o autoconhecimento pois, além de fornecer inúmeros benefícios para sua saúde física, é uma prática revigorante para a sua saúde mental. Não tenha medo da natureza e aproveite o final de semana para se jogar em uma experiência fora da zona de conforto. Tenho certeza que você vai se encantar pelos incríveis trekkings da Serra da Canastra. 

Se você, depois de ler todas essas informações, ainda ficou com dúvida, curta a nossa página do Facebook e nos envie uma mensagem por lá.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *