CAMINHO DA FÉ,  PEREGRINAÇÕES

Caminho da Fé a pé | O que fazer antes de ir

Decidiu fazer o Caminho da Fé, mas não sabe por onde começar? Não se preocupe, eu também já passei por isso. Verdade seja dita, uma viagem começa muito antes do primeiro passo e, sendo assim, requer um planejamento e uma preparação. 

Você sabe por qual cidade vai começar? Sabe onde buscar por informações? Descobriu como adquirir sua credencial? Tem certeza do porquê vai empreender essa jornada? Tem ideia de como carregar seu dinheiro? Bom, se você respondeu “não” para qualquer uma dessas perguntas, continue lendo e descubra as 5 coisas que você precisa fazer antes de ir para o Caminho da Fé.

1. Organize seu roteiro de peregrinação

A primeira coisa a fazer é decidir quando você vai percorrer o Caminho da Fé. Sabemos que as estações do ano no Brasil não são extremamente definidas e, muitas vezes, o outono pode se parecer com o verão. No entanto, a região de Campos do Jordão, onde a altitude chega a 1820 metros, sempre apresenta um clima mais frio. Dessa forma, durante o inverno, a região pode se tornar mais desafiadora, com longos trechos de nevoeiro.

A segunda coisa que deve ser feita é uma planilha do seu trajeto. Quer saber como fazer? Fácil, escolha qual será seu ramal de saída – clique aqui para saber quais as opções – e em seguida organize uma lista das cidades nas quais vai passar durante a caminhada. Observe este exemplo:

Perceba que nessa planilha descrevi a quantidade de kms a serem percorridos a cada dia? Sinalizei a cidade da qual parti assim como a qual planejei chegar no final do dia. Ou seja, construindo seu roteiro desta maneira você será capaz de calcular quanto tempo precisa para percorrer todo o Caminho, bem como qual deverá ser sua preparação física. Isso porque, andar 20 km por dia é muito diferente de caminhar 40 km.

2. Busque por informações sobre o trajeto

Neste blog você encontrará muitas informações sobre o Caminho da Fé. Aliás, eu mesma percorri o Caminho da Fé no ano de 2015, saindo do ramal de Mococa-SP e, depois, em 2019 até os dias de hoje, guiando grupos. Aliás, se você ainda não viu os outros posts sobre essa peregrinação, clique aqui e confira esse brilhante conteúdo.

Outra fonte de informação para seu planejamento é o nosso canal no YouTube. Preparamos por lá um conteúdo muito visual e rápido de ser consumido. 

A Associação dos Peregrinos do Caminho da Fé possui um site oficial repleto de conteúdos relevantes. Por lá você terá acesso às informações sobre os ramais de saída, os roteiros de cada cidade, as novidades de parcerias, os depoimentos de outros peregrinos e muito mais.

Agora, se você quer interagir com outros peregrinos e trocar informações, sua fonte de pesquisa deve ser os grupos no Facebook. Por lá, além de descobrir o que de mais recente está acontecendo no Caminho da Fé, você pode conhecer outras pessoas que planejam iniciar o percurso no mesmo período que você e, quem sabe, arrumar uma companhia para sua peregrinação.

Indicamos esses dois grupos:

Powered by Rock Convert

. Caminho da Fé;

. Associação Amigos do Caminho da Fé.

3. Adquira sua credencial do peregrino

Mas Cá, o que é a credencial do peregrino? A credencial do peregrino é o documento oficial que dá acesso a hospedagem e, posteriormente, ao certificado Mariano – certificado de conclusão do Caminho da Fé. Para ganhar essa certificação você tem que percorrer pelo menos os últimos 100 km.

As credencias estão sempre disponíveis nos ramais de saída. No entanto, entre antes em contato por telefone e confirme se o estabelecimento tem o documento para venda. Quando fiz a caminhada, saindo de Mococa-SP, o hotel cadastrado pela Associação do Caminho da Fé não tinha o documento. Sendo assim, carimbei em um pedaço de papel e só consegui comprar a credencial em Águas da Prata – cidade sede da Associação do Caminho da Fé. 

4. Planeje-se financeiramente

Devo carregar uma quantia grande de dinheiro ou sacar conforme avanço no Caminho? Os dois. Até porque a grande maioria das pousadas e albergues não aceitam cartão. Sendo assim, você deve levar uma quantia de dinheiro com você, bem como um cartão para sacar conforme avança no trajeto à Aparecida.

Certifique-se de que seu banco está presente nas cidades do roteiro e sinalize em sua planilha onde poderá realizar os saques. Desta forma, você ficará tranquilo e terá a certeza de poder retirar dinheiro de tempos em tempos, não correndo o risco de ser pego desprevenido.

5. Defina seu propósito

Por quê você decidiu percorrer o Caminho da Fé? O que te motiva? É pelo exercício físico, pela religiosidade, pela espiritualidade, pela troca cultural ou pelo desafio? Enfim, seja qual for sua motivação é muito importante estar consciente dela não só na cabeça mas, principalmente, no seu coração.

Digo isso porque completar uma peregrinação não é fácil. Você vai sentir o corpo doer, os pés ficarão machucados, você testará seus limites e enfrentará adversidades. Entretanto, se o seu propósito for muito claro, nada vai te impedir de concluir o objetivo: chegar a pé ou de bicicleta à Basílica de Nossa Senhora de Aparecida. 

Entendido?

Saber o que se deve fazer antes de ir para o Caminho da Fé é, de certa forma, começar a viagem antes mesmo de dar o primeiro passo. Lembre-se que uma boa preparação pode fazer da sua experiência ainda mais agradável e transformadora. O caminho está traçado, agora basta colocar tudo em prática com consciência e sabedoria.

Gostou do post e quer saber ainda mais sobre mim e sobre este projeto cheio de propósito que é a Natrilhas? Então, siga meus perfis no FacebookInstagramYouTube e Pinterest.

17 Comentários

  • NILVANA GOMES FELIPE CARMO

    Qual o custo aproximado durante toda a peregrinação? Vamos sair dia 04 para chegarmos até 12/10.
    Quantas e quais peças de roupas as mulheres devem levar?

  • Ricardo

    Boa tarde.
    Quero fazer o caminho da fé saindo de São Carlos, gostaria de saber na sua opinião, se, seria melhor eu fazer o caminho pela primeira vez em grupo ou se consigo fazer sozinho e não me perder, outra coisa, é melhor deixar as pousadas já pagas ou tem como pagar no ato que chega.
    Obrigado.

    • carinacosta134

      Oi Ricardo, tudo bem? A peregrinação em grupo e em solitário são duas experiências totalmente diferentes.
      O caminho é muito bem demarcado, então você não corre nenhum risco em se perder. Quanto a segurança, entre em contato com a Associação do Caminho da Fé para ter uma resposta mais atualizada a respeito de intercorrências neste trajeto.
      Sobre as pousadas, é melhor agendar com antecedência, mas o pagamento pode ser feito no ato (na grande maioria delas).
      Se quiser fazer em grupo, temos um novo grupo para Dezembro. Entre em contato para maiores informações 🙂

  • Valdir

    Eu e minha esposa decidimos fazer o caminho no carnaval de 2020 época que pegaremos férias, estamos na fase de coletar informações e já começamos nossas caminhadas diárias aqui em Curitiba para ganhar resistência e criar os calinhos nos pés, por ser nossa primeira peregrinação faremos a partir do caminho mais curto (Paraisópolis).
    Uma coisa que ainda nos preocupa é se existem pousadas intermediárias entre uma e outra cidade, notamos que os viajantes executam cada canal durante um dia, mas nosso medo é se ocorrer algum imprevisto no meio de cada canal (tempestade,machucado mais grave, etc…).

  • Marcia Henriques

    Gostaria de fazer o caminho em 2020 mas desejo fazer junto com outros peregrinos. Sou de São Paulo capital. Já existe alguma formação de grupos? preciso também saber quanto custa pois não tenho muitos recursos. Agradeço um rerorno

  • Cláudia Casemiro

    Bom dia !

    Sou de Santa Catarina e gostaria de saber se têm alguma dica sobre melhor forma de chegar até Águas da Prata onde eu pretendo fazer caminho com vocês?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *